Quixaba, localizada às margens do Riacho Canabrava, surgiu em meados da década de 1920, tendo como fundador o fazendeiro Solidônio Pereira de Carvalho que ali se instalara com alguns parentes.

Entre 1929/30, por iniciativa de Solidônio, foi erguida na comunidade uma capela dedicada a São Sebastião que se tornaria padroeiro da cidade. Consta que a primeira feira-livre da vila foi realizada a 08 de agosto de 1928, ocasião em que foram comercializados produtos regionais como rapadura, queijo e mel de engenho. Há pelo menos duas explicações sobre a origem do nome Quixaba. Uma diz que no local onde surgiu a Vila existiam muitas quixabeiras e essas plantas teriam dado nome à comunidade.

A outra versão diz que o nome da cidade veio do vocábulo tupy “quessaba” que significa “lugar de dormir, rede, pouso”. Após seu desenvolvimento, enquanto era distrito de Cacimba de Areia, mais precisamente no 26 de dezembro de 1961, Quixaba conseguiu sua Emancipação Política e foi denominada cidade.

De acordo com a perspectiva do IBGE 2020, Quixaba tem 1.983 quixabenses espalhados em seus 375,4km² de área territorial. Seus eventos turísticos mais importantes são Quixabrega – conhecida como o maior evento bregueiro do Sertão paraibano, Quixagospel, trilhas pelo município e a Festa do Padroeiro São Francisco de Assis.

fonte: Revista Políticas e Negócios
 

BRASÃO

 


 

BANDEIRA